Sistema de irrigação movido a energia solar reduz gastos com eletricidade

Resultado de imagem para valmont agrishow

A valmont apresentou o sistema de irrigação movido a energia solar, que é alimentado através de placas instaladas na propriedade. A tecnologia garante reduzir os custos com a energia elétrica e torna viável a irrigação em áreas que ainda não tem eletricidade.

De acordo com o gerente de engenharia e serviços  Valmont Brasil, Vinicius Melo, os pivôs de irrigação contam com um sistema de ajuste que permite a aceleração controlada do motor, na qual pode variar entre 1 a 136 RPM. “Nós estamos criando dois conceitos, um é o torque a qualquer tempo e anda o dobro de velocidade de qualquer pivô tradicional, já o segundo é de passagem rápida que pode ser utilizado para fertilização e adubar”, destaca.

Outro lançamento feito para melhorar o setor da irrigação, foi o novo painel ICON que é controlado exclusivamente por um aplicativo. “Tudo que o agricultor precisa é ter flexibilidade do controle de cada equipamento e esse sistema permite isso que pode programar todas as operações dos equipamentos de irrigação”, ressalta.

Fonte: Marcas e Máquinas

Anúncios

Valley lança primeiro painel inteligente para pivôs centrais do mercado

Resultado de imagem para valley valmont

A edição 2017 da Agrishow marcou oficialmente o lançamento do primeiro painel inteligente para pivôs centrais do mercado: o ICON, que trás funcionalidades como controle remoto a distância, sem necessidade de internet. A tecnologia de última geração foi apresentada pela marca Valley, da Valmont, multinacional americana líder em irrigação de precisão.

“A inovação sempre foi uma marca muito forte da nossa empresa. E, mais uma vez, vamos surpreender o mercado com a série de painéis Icon, que vai revolucionar o futuro da agricultura. Estamos facilitando a rotina do produtor rural e, ao mesmo tempo, potencializando os seus resultados na fazenda com mais eficiência”, comemora o Diretor Presidente da unidade brasileira, Renato Silva.

Segundo Vinícius Melo, gerente de engenharia e serviços da Valley, os diferenciais do ICON começam pela estrutura, que foi desenvolvida com alto nível de resistência capaz de enfrentar as mais diversas condições de clima e tempo. Além disso, a tela é colorida e sensível ao toque.

Para o desenvolvimento do Icon, a Valley investiu muito em pesquisa e experimentos a campo. Os engenheiros da empresa buscaram informações, direto com representantes e produtores clientes proprietários de pivôs Valley®, sobre quais funcionalidades tornariam a rotina de trabalho melhor no campo. E aí surgiu uma das maiores características do Icon: a possibilidade de controle direto do celular ou tablet, mesmo sem internet. “Não é preciso ir até o pivô para acioná-lo. O acesso é feio pelo aplicativo que pode ser baixado pelos usuários, transformando o dispositivo móvel em um painel de controle, com a mesma interface daquele instalado junto ao pivô”, explica Vinícius Melo.

Além disso, o Smart painel conta com um processamento no mínimo duas vezes superior a qualquer equipamento disponível no mercado e uma plataforma que é a mais amigável já utilizada, capaz de receber outros recursos, como se conectar a sensores de umidade, temperatura e vento. O ICON já vem equipado com um ícone de conexão com a AgSense, possibilitando controle e monitoramento ininterruptos, através do aplicativo. Os painéis também são compatíveis com a tecnologia de telemetria do BaseStation3™.

A série ICON de painéis será apresentada em várias versões, pensadas para o pequeno, médio e grande agricultor, uma delas poderá ser instalada em pivôs de qualquer marca.

Valley Irrigação lança consórcio para facilitar aquisição de pivôs

dfe539ff596441d4bcf3c15eb432d7ee

A Valley Irrigação acaba de disponibilizar ao mercado o Consórcio Valley, criado para facilitar aos produtores rurais a aquisição de pivôs. Entre os atrativos, destacam-se os planos longos e diversidade de formas de pagamento.

Os planos de aquisição oferecidos pela companhia podem ser quitados em até 60 meses sem juros, por meio de parcelas mensais, trimestrais ou semestrais. O crédito disponível é de R$ 250 mil a R$ 1 mi.

“As características do agronegócio, com planejamento comercial a longo prazo, estão alinhadas ao investimento em consórcios. Com a prática, é possível programar as atividades com baixo custo”, aponta Marcelo Roberto Costanzi, responsável pelo consórcio Valley.

Levantamento da ABAC (associação Brasileira de Administradoras de Consórcios), apurou crescimento de 24% no total de consórcios ativos no agronegócio no último ano, demonstrando aumento do interesse dos produtores.

Consultores especializados estão disponíveis para conversar com os interessados e tirar dúvidas sobre o assunto.

Fonte: Agrolink

Valmont® Irrigação investe na modernização de planta em Uberaba

53560963610048959390e10932dfdc99

A Valmont® irrigação, fabricante da marca Valley® de equipamentos de irrigação, investiu US $ 5 milhões de dólares para atualizar a infraestrutura e aumentar a capacidade de produção de sua fábrica em Uberaba.

O Brasil tem potencial para expandir a quantidade de terras irrigadas para 61 milhões de hectares – quantidade atual de 10 vezes o país, de acordo com um estudo divulgado recentemente pela Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz Escola de Agricultura e do Ministério da Integração Nacional.

Para se preparar para o aumento da demanda, a Valmont Irrigação completou recentemente uma série de melhorias de plantas que incluem a aquisição de uma nova linha de produção, modernização de máquinas, aumentando a área de transporte e criando um centro administrativo maior.

Este investimento torna a planta Uberaba a planta equipamentos de irrigação mais modernos e eficientes na América Latina. É também a única fábrica de integrar um processo de galvanização.

Durante a inauguração da expansão, o CEO Mundial da companhia, Mogens Bay, sublinhou a importância do Brasil para a empresa. “Há um enorme potencial para o crescimento da área irrigada no Brasil, e Valmont está trabalhando para atender a essa demanda”, disse Bay. “Esta expansão irá aumentar a eficiência na produção agrícola e promover o desenvolvimento social e econômico nas regiões de intensificação da produção.”

O Brasil sofreu recentemente uma seca difícil, e a Valmont Irrigação tem investido em serviços e ferramentas que ajudam os agricultores produzir mais com menos água, disse João Rebequi, diretor presidente da Valmont Irrigação no Brasil.

“A irrigação através de pivôs centrais é uma alternativa rentável e gerar receita que se aplica água uniformemente, evitando o desperdício”, disse Rebequi. “A água é aplicada no momento certo e na quantidade exacta requerida pela planta. Aplicações usando pivôs centrais ou lineares têm excelentes níveis de eficiência com índices que variam de 95 a 98 por cento. ”

A Valmont Irrigação tem 37 anos de experiência no Brasil e mais de 45 revendedores altamente treinados em todo o país responsável por ajudar os produtores a melhorar os seus rendimentos com produtos de tecnologia de ponta. A aquisição de participação maioria dos AgSense pela Valmont Industries expande ainda mais a variedade de produtos de tecnologia avançada disponíveis para os produtores. A Valmont Irrigação também possui serviços Irriger, uma empresa de consultoria criada para ajudar os produtores a economizar água e energia com o planejamento de irrigação especializada e implementação.

 

Fonte: Agrolink

Artigo: “O poder transformador da educação no campo”

ViewImage
Por João Rebequi

Vivemos em uma era na qual um dos grandes desafios no campo é a educação e comunicação em prol da sustentabilidade e segurança. Mas como fazer crescer a conscientização, força motriz do desenvolvimento sustentável?

No Brasil, temos grandes exemplos entre ações de marketing das grandes companhias, que conquistam engajamento e promovem o conhecimento junto aos colaboradores do campo. Nesse cenário, o marketing rural surge como peça importante na engrenagem voltada para a conscientização dos trabalhadores. Requer investimentos de grandes proporções, é preciso considerar, mas em contrapartida também consolida as companhias. Uma via de mão dupla com papel educativo.

Há décadas existem bons exemplos de ações privadas que levam capacitação e treinamento aos produtores do país, promovendo um olhar atual sobre segurança e tecnologia. Falamos aqui desde ações pontuais das companhias, como projetos de formação como Formação de Montadores (promovido para capacitar jovens), Aplique Bem (treinamento de aplicadores de defensivos), Pequenas Histórias de Plantar e Colher (projeto para crianças), Certificação Aeroagrícola (curso para aplicação de defensivos por via aérea), Plantando o 7 (teatro infantil), Planeta Faminto (websérie sobre agricultura), Desafio 2050 (sobre segurança alimentar), entre outros. Com elas, conquista-se engajamento dos colaboradores do campo e até mesmo das crianças, que disseminam o aprendizado nas famílias.

Agora, temos mais canais para isso. As redes sociais permitem a disseminação das campanhas também para a população urbana, por vezes dominada pelo senso comum e com pouco conhecimento sobre a realidade rural. Mais uma vez, as empresas de agronegócio entraram no jogo, com páginas, vídeos e fóruns. A parceria com as redes sociais e diversas mídias é essencial para educação e conscientização na área de tecnologia, segurança alimentar e, claro, sustentabilidade, sem deixar de lado gestão de pessoas. É o marketing agindo em prol da educação e do desenvolvimento.

João Rebequi é presidente da Valmont e vice-presidente da Abimaq.