Embrapa e Inovagri lançam livro sobre agricultura irrigada

Resultado de imagem para livro sobre agricultura irrigada

A irrigação avaliada de maneira isolada talvez seja a mais importante alteração benéfica feita intencionalmente pelo homem no ambiente. A afirmação consta no livro Agricultura Irrigada – desafios e oportunidades para o desenvolvimento sustentável, publicado pela Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) em parceria com o Instituto de Pesquisa e Inovação na Agricultura Irrigada (Inovagri). A publicação foi lançada nesta semana durante o Encontro sobre a Agricultura Irrigada no Brasil, evento promovido pela Agência Nacional de Águas (ANA).

O livro é fruto do Seminário o Estado da Arte da Agricultura Irrigada no Brasil: Desafios e Oportunidades, realizado em dezembro de 2010, no município de Frutal (MG). O evento foi organizado pela Embrapa e pela ANA e contou com a participação de cerca de 170 pessoas, representando 74 instituições de diferentes regiões brasileiras. “Era um momento de levar uma mensagem política do setor para a sociedade com o objetivo de aumentar a sinergia entre as instituições de maneira clara”, afirmou o pesquisador da Embrapa Cerrados, Lineu Neiva Rodrigues, um dos editores técnicos do livro ao lado do engenheiro agrônomo e gerente-geral da ANA, Antônio Félix Domingues.

“Não podemos ficar reféns daqueles que têm versões a respeito da gente”, afirmou o presidente da ANA, Vicente Andreu, durante o lançamento da publicação. Segundo ele, o livro contribui nessa direção “Precisamos cada vez mais melhorar nossa comunicação. Os desafios nessa área não são pequenos, especialmente por conta do contexto econômico complexo pelo qual passa o país. Na questão agrícola, no entanto, o Brasil tem uma posição estratégica favorável. Nesse sentido, é de fundamental importância que sejam elaboradas políticas públicas adequadas a esse setor que é um dos que mais produzem em nosso país”, afirmou.

O livro conta com 10 autores e está organizado em cinco partes. A parte I traz cinco capítulos técnicos, sendo os três primeiros sobre a agricultura irrigada no Brasil e, os dois últimos, sobre a agricultura irrigada na Espanha e na Austrália, respectivamente. A parte II apresenta um resumo das palestras que compuseram as mesas do seminário. A parte III, os resultados das oficinas de pesquisa/inovação e de capacitação, realizadas durante o evento. Já a parte IV, apresenta a Carta de Frutal, elaborada ao final do seminário. Por fim, a parte V apresenta as bases para o fortalecimento da agricultura irrigada.

Os capítulos técnicos foram atualizados a fim de representar de forma mais coerente as transformações ocorridas na agricultura irrigada desde a realização do seminário até a publicação do livro. “Temos plena confiança de que o material contido nessa obra é atual e contribuirá de forma importante para o desenvolvimento da agricultura irrigada no país”, afirmou o pesquisador Lineu Rodrigues. Os interessados em adquirir o livro Agricultura Irrigada devem enviar um e-mail fazendo a solicitação para o endereço: lineu.rodrigues@embrapa.br.

Período de transição – de acordo com o pesquisador da Embrapa, é fato que a agricultura está passando por um período de transição, o que gera ansiedade aos irrigantes. “A agricultura irrigada no Brasil, assim como em outros países, sempre terá grandes desafios. Mas, irrigantes no Brasil, em geral, são referência em termos de uso de tecnologia e cuidado com o meio ambiente e devem sempre estar preparados para enfrentar as incertezas que existem no processo de produzir alimento ambientalmente sustentável”.

Segundo Lineu, não há dúvida de que fornecer alimento para todo o mundo de forma equitativa e racional passa pela irrigação. “Com a irrigação há a possibilidade de reduzir a expansão horizontal e fortalecer a expansão vertical. Nas últimas décadas, a população brasileira cresceu mais de 110%, já a área plantada, apenas 20% e a produtividade mais de 250%. Hoje colocamos alimento na mesa do brasileiro por um preço 76% menor do que em 1980. Isso só é possível devido às tecnologias que vem sendo desenvolvidas ao longo dos anos, sendo uma delas a irrigação”, enfatizou.

Fonte: Grupo Cultivar

Anúncios

Fortaleza recebe o maior evento técnico-científico sobre a irrigação da América Latina

Este slideshow necessita de JavaScript.

SOBRE IRRIGAÇÃO NA AMÉRICA LATINA – INOVAGRI 2017

Em outubro Fortaleza recebe 3 grandes eventos que discutem irrigação, gestão de recursos hídricos e tecnologias para o uso racional da água na agricultura.

De 2 a 6 de outubro o Centro de Eventos do Ceará reunirá o Inovagri Internacional Metting, o III SBS – Simpósio Brasileiro de Salinidade e o XXVI CONIRD – Congresso Nacional de Irrigação e Drenagem.

O INOVAGRI

O Inovagri é o maior evento técnico-científico sobre a irrigação da América Latina. No evento vão estar presentes os maiores pesquisadores, técnicos profissionais e estudantes de todo o mundo, tornando possível a troca de experiências, o contato com as mais recentes práticas e pesquisas nas áreas da irrigação.

Em meio a tantas discussões científicas, o Inovagri terá a feira ABERTA AO PÚBLICO que traz cerca de 25 expositores da área de irrigação.Entre os já confirmados estão a Agrícola Famosa e a Itaueira Agropecuária, duas das maiores empresas exportadoras de frutas do Brasil, que tem atividades no interior do Ceará e em outras cidades do Nordeste Brasileiro.

O CONIRD – Congresso Nacional de Irrigação e Drenagem

Paralelo as apresentações acadêmicas e as discussões e mesas redondas acontece o Congresso Nacional de Irrigação e Drenagem. Com a escassez de água, a agricultura irrigada tem sido importante estratégia para a otimização da produção de alimentosgerando desenvolvimento sustentável no campo.

Entre as discussões do CONIRD, estão a transposição do Rio São Francisco, o impacto e resultados das atividades de irrigação já feitas até hoje e discussão sobre novas alternativas para resolução da falta de água no Nordeste Brasileiro.

Na programação também estão previstos cursos rápidos. Entre os temas destaque estão o sensoriamento remoto, balanço de energia em áreas cultivadas e projetos de sistemas de irrigação pressurizados.No último dia do evento, o CONIRD vai oferecer atividades práticas em campo no Distrito de Irrigação do Tabuleiro de Russas e na Chapada do Apodi aos interessados.

Google premia Inovagri com 650 mil para realizar seu projeto

ad63c4b7-561f-49b4-82e0-3bbd524f92ff

Na última terça-feira, 14, o Google revelou os nomes dos cinco vencedores da segunda edição do “Grande Prêmio do Desafio de Impacto Social”, competição organizada pelo Google.org com o objetivo de identificar projetos inovadores que utilizam a tecnologia para a mudança social.

Dentre mais de 1.000 inscritos a INOVAGRI ficou entre os 10 selecionados para ter o reconhecimento e apoio da GOOGLE na implementação do nosso projeto, que visa a otimização do uso da água na agricultura.

Com mais de um milhão de votos, o vencedor pelo voto popular foi o do Nordeste – “Transparência Brasil” – projeto para monitorar os gastos públicos na infraestrutura escolar.

O anúncio aconteceu em um evento no qual dez ONGs finalistas – selecionadas entre mais de 1000 inscritas – apresentaram suas ideias para uma bancada de juízes composta por personalidades do mundo.

Os juízes foram: Adriana Varejão, artista plástica brasileira; Almir Naraymoga Suruí, líder do povo indígena Paiter Suruí; Denis Mizne, CEO da Fundação Lemann; Jacquelline Fuller, diretora do Google.Org; Marta Vieira da Silva, jogadora de futebol brasileira e eleita cinco vezes a melhor do mundo pela FIFA e embaixadora da ONU, além de Regina Casé, atriz e apresentadora da Rede Globo.

Eles anunciaram quatro vencedores que receberão R$ 1,5 milhão cada. A estrela do futebol Marta, que não pôde comparecer ao evento, mas participou da seleção dos vencedores.

Arredondar (região Sudeste): solução para transformar toda compra em uma oportunidade de doação para ONGs.

IPAM Amazônia (região Norte): plataforma para ajudar comunidades indígenas a se adaptarem às mudanças climáticas.

ITS-Rio (região Sudeste): plataforma para empoderar cidadãos no debate e na criação de políticas públicas.

Vetor Brasil (região Centro Oeste): portal para conectar jovens a cargos públicos de alto impacto.

Declaração da INOVAGRI: Nós do INOVAGRI, agradecemos a GOOGLE pela oportunidade, a ADECE (Agência de Desenvolvimento do Estado do Ceará) pelo apoio técnico e institucional que nos foi dado, fato que ressalta a importância do projeto para o desenvolvimento do estado, bem como a todos que acreditaram e votaram em nossa ideia, possibilitando que ela agora “saia do papel”. Seguimos com o imenso prazer de estar contribuindo para mudar o Brasil. PARA MELHOR!

O projeto é importante em face da necessidade do manejo integrado de toda a bacia para evitar o desperdício e a incidência de conflitos sobre o uso da água visando a obtenção de um cenário propício ao uso eficiente e racional da água, atingindo-se um equilíbrio entre as demandas hídricas da sociedade e as disponibilidades efetivas das águas superficiais e subterrâneas de toda a bacia.

O foco será aplicar nas bacias receptoras da Transposição do Rio São Francisco no Estado do Ceará que deve ser concluída ainda este ano.

Veja o Vídeo https://youtu.be/e1nYl3Eds_k

 

Vote no Instituto INOVAGRI para ganhar o Desafio de Impacto Social Google 2016

O Instituto INOVAGRI está entre os finalistas do Nordeste do Desafio de Impacto Social 2016. Com o projeto: sistema que orienta agricultores a não desperdiçar água. 

desafiogoogle

Clique para votar https://desafiosocial.withgoogle.com/brazil2016/charity/instituto-inovagri

Apesar do Brasil ter cerca de 12% das reservas de água doce do mundo, a água ainda é muito escassa no Nordeste. Após 5 anos de chuvas abaixo da média, a situação está bem mais grave. Com a plataforma S@UA (Sistema de Assessoramento para o Uso da Água na Agropecuária), o Instituto INOVAGRI vai conectar os gestores de abastecimento com dados de agricultores para distribuir a água limitada de forma mais eficiente. Eles pretendem beneficiar mais de 80 municípios em dois anos com o prêmio.

Saiba mais

O projeto é importante em face da necessidade do manejo integrado de toda a bacia para evitar o desperdício e a incidência de conflitos sobre o uso da água visando a obtenção de um cenário propício ao uso eficiente e racional da água, atingindo-se um equilíbrio entre as demandas hídricas da sociedade e as disponibilidades efetivas das águas superficiais e subterrâneas de toda a bacia.

O foco será aplicar nas bacias receptoras da Transposição do Rio São Francisco no Estado do Ceará que deve ser concluída ainda este ano.

O INOVAGRI desenvolveu o Sistema de Assessoramento ao Irrigante – S@I em 2012 e o Sistema de Assessoramento às Bacias Hidrográficas – S@BH, que foi desenvolvido em 2014 e ampliado em 2015. O último trabalho que utilizou as ferramentas do INOVAGRI foi o “Estudo de indicadores e critérios para a alocação da água nas bacias do Médio e Baixo Jaguaribe”. Este trabalho foi financiado pela Agência de Desenvolvimento do Estado do Ceará – ADECE e teve a parceria do Instituto CENTEC e da Companhia de Gestão dos recursos Hídricos – COGERH.

Os dois sistemas serão a base para desenvolver o S@UA e o INOVAGRI conta com todas essas parcerias para proporcionar, através desta ferramenta, o uso racional da água no setor agropecuário, podendo também ser utilizada em outras bacias hidrográficas do Brasil.

Sobre o Desafio

No dia 14 de junho, os finalistas do Desafio apresentarão seus projetos para um painel de juízes. Eles escolherão 3 vencedores e anunciarão o vencedor da votação pública. Cada um desses 4 vencedores receberá um prêmio do Desafio de Impacto Social de R$1,5 milhão.