CODEVASF inicia obras em projetos de irrigação em Sergipe

A Codevasf já iniciou as obras de reabilitação dos projetos públicos de irrigação Propriá, Cotinguiba/Pindoba e Betume em Sergipe. Estão em andamento os trabalhos de reforma dos distritos de irrigação e também a reabilitação de canais. As ações, que totalizam R$ 40,8 milhões em investimentos, são executadas com recursos do Orçamento Geral da União, destinados à empresa por meio de emenda parlamentar impositiva da bancada federal de Sergipe.

O superintendente regional da Codevasf em Sergipe, César Mandarino, acompanhado do coordenador dos contratos de reabilitação, Francisco Melo, visitou nesta semana os projetos irrigados para verificar o andamento dos serviços. Em breve, devem ser iniciados outros serviços já contratados, a exemplo da instalação de sistemas de captação flutuantes e modernização de sistemas elétricos.

César Mandarino disse que a reabilitação da infraestrutura de uso comum dos projetos é um compromisso firmado pela empresa que está sendo cumprido com o início dos serviços. “Iremos acompanhar de perto a execução de todas essas obras para garantir que os trabalhos sejam executados de forma eficiente, e a Codevasf possa viabilizar as melhorias que os irrigantes merecem”, afirmou o superintendente regional.

Durante a visita, também houve reuniões com fiscais das obras e com representantes das empresas contratadas para discutir sobre os serviços já iniciados. Outras ações de reabilitação da infraestrutura dos projetos Propriá, Cotinguiba/Pindoba e Betume estão previstas, a exemplo da reabilitação da rede de drenagem, reforma de estações de bombeamento e recuperação de vias de escoamento da produção agrícola.

Peixamentos

Após visita aos projetos de irrigação, o superintendente regional César Mandarino reuniu-se com o chefe do Centro Integrado de Recursos Pesqueiros e Aquicultura de Betume, Paulo Passos. No encontro, foi apresentado um balanço dos peixamentos já realizados pela unidade em 2018 e discutido o planejamento para as próximas ações de repovoamento de lagoas e açudes.

Neste ano, a Codevasf já inseriu 470 mil alevinos de espécies nativas no rio São Francisco em ações de repovoamento realizadas em Sergipe. Os peixamentos ocorreram durante a celebração dos festejos de Bom Jesus dos Navegantes nos municípios de Propriá, Neópolis, Gararu, Ilha das Flores e Santana do São Francisco.

Foto assessoria

Assessoria de Comunicação e Promoção Institucional da Codevasf

Anúncios

Codevasf prorroga inscrições para o seminário solo e água 2018 e V workshop

7

Codevasf prorroga inscrições para o Seminário Solo e Água 2018 e V Workshop Internacional de Irrigação

As inscrições para o “III Seminário Solo e Água no Contexto de Desenvolvimento em Bacias Hidrográficas” foram prorrogadas até o dia 22 de fevereiro. O evento, que acontece de 13 a 16 de março de 2018, é promovido pela Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf) em parceria com o Sindicato Nacional dos Trabalhadores de Pesquisa e Desenvolvimento Agropecuário (SINPAF).

O evento será na sede da Codevasf em Brasília, com transmissão por videoconferência para todas as Superintendências Regionais da empresa. O público-alvo são técnicos que estejam atuando na área de solo e água em desenvolvimento regional. Além de estudantes de graduação e pós-graduação, professores, empresários, consultores ambientais, gestores, representantes de organismos nacionais, internacionais, governamentais e não governamentais. Os interessados devem se inscrever no link http://www2.codevasf.gov.br/programas_acoes/seminario-solo-e-agua e enviar os pôsteres para o e-mail: sabh@codevasf.gov.br assim como acompanhar o calendário.

O seminário terá palestras, minicursos e debates nas seguintes temáticas: “Preservação, Conservação de Bacias Hidrográficas”; “Gestão do Uso Consultivo da Água, Reuso e Educação Ambiental e Bacias Hidrográficas”; e “Geoprocessamento e Sensoriamento remoto em Bacias Hidrográficas”.

Alguns palestrantes já confirmaram presença no evento, como Demetrios Christofidis, do Ministério do Meio Ambiente – Secretaria de Recursos Hídricos e Qualidade Ambiental (SRHQ); Lineu Rodrigues e Eder Martins, da Embrapa/ Cerrados; Keila Jeronimo Jimenez, da Universidade Federal Rural de Pernambuco; e professora Maria do Carmo Sobral, da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) e coordenadora do Projeto INNOVATE – Brasil-Alemanha-UFPE-UTB-Berlim.

No evento, serão abordadas a situação atual e mundial da irrigação e a sua relevância, como geradora de emprego e renda práticas de economia de água na irrigação, energia e insumos. Segundo o engenheiro agrônomo da Codevasf, Paulo Cerqueira, “o foco é socializar metodologias e tecnologias sustentáveis sobre os recursos naturais solo e água no contexto do desenvolvimento em bacias hidrográficas, discutira situação atual e futura mundial e no país da irrigação, discutir a importância da irrigação como geradora de emprego e renda, reuso da água e práticas de economia de água na irrigação, energia e insumos.”

O seminário conta com apoio do SINPAF, Embrapa Semi-Árido, Embrapa Cerrados, Instituto Interamericano de Ciências Agrárias (IICA), Associação Brasileira de Irrigação e Drenagem (ABID) , Sindicato dos Agricultores de Cristalian, NETAFIM e UFPE.

Assessoria de Comunicação e Promoção Institucional da Codevasf

Codevasf lança seminário de Solo e Água em Bacias Hidrográficas

Gotejamento

A Codevasf organiza Seminário de Solo e Água no contexto do desenvolvimento em Bacias Hidrográficas. O evento acontece de 13 a 16 de março de 2018.

No Auditório Avelino Costa Longa, Asa Norte, em Brasília – DF.

Inscrições podem ser feitas no site 

Confira os painéis 

Painel 1 – Preservação, Conservação de Bacias hidrográficas.

                   Painel 2 – Gestão do Uso Consuntivo da Água,Reuso e Educação Ambiental em Bacias Hidrográficas.

                  Painel 3 – Economia de Água e Energia na Irrigação, Manejo da Matéria Orgânica e Tratamento de Água para Consumo Humano através de Polímeros naturais.

                     Painel 4 – Geoprocessamento e Sensoriamento Remoto em Bacias Hidrográficas

Cooperação técnica entre Mapa e Codevasf visa apoiar produção irrigada

Imagem relacionada

Termo de Cooperação Técnica firmado entre o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento e a Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf), nesta segunda-feira (13) visa apoiar a produção em projetos públicos de agricultura irrigada.

O acordo foi assinado pelo ministro interino do Mapa, Eumar Novacki, e pelo presidente da Codevasf, Antonio Avelino Neiva. No âmbito do Mapa, a execução cabe à Secretaria de Mobilidade Social, do Produtor Rural e Cooperativismo, com foco na difusão de tecnologias sustentáveis de irrigação e drenagem entre agricultores das áreas de atuação da companhia.

Pelo prazo de cinco anos, o termo deverá assegurar o fortalecimento de organizações de produtores, visando a autossustentabilidade, assim como, práticas do associativismo e de cooperativismo.
Plano de trabalho para execução do termo de cooperação prevê infraestrutura técnico operacional e apoio a arranjos produtivos locais, incluindo ações para integração e aprendizagem.

Fonte: Grupo Cultivar

Codevasf promove parcerias para operação de perímetros

A Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf) ampliou o número de parcerias para a execução de ações de operação e manutenção nos projetos de irrigação Propriá, Cotinguiba/Pindoba e Betume. Em agosto, foram publicados no Diário Oficial da União acordos de cooperação técnica com as prefeituras de Propriá e Telha para realizar ações a fim de melhorar a infraestrutura de uso comum de perímetros irrigados. Em Sergipe, a Codevasf também atua em parceria com as prefeituras de Neópolis e Ilha das Flores.

Os acordos de cooperação firmados com os municípios de Propriá e Telha, com vigência inicial até abril de 2019, visam à realização de ações conjuntas recuperação e manutenção de estradas vicinais, limpeza de drenos e execução de pequenas obras e serviços com o objetivo de melhorar as condições de vida dos irrigantes. Para a execução dessas ações, a Codevasf disponibiliza equipamentos de sua patrulha mecanizada, como caminhão basculante, escavadeira hidráulica, retroescavadeira, entre outros.

O superintendente regional da Codevasf, César Mandarino, aponta as parcerias como um fator importante para o bom andamento de ações de operação e manutenção dos projetos Propriá, Cotinguiba/Pindoba e Betume. “Esse trabalho em conjunto com as prefeituras é importante porque facilita o atendimento às demandas dos agricultores da região. Agimos sempre para fortalecer o nosso relacionamento com os municípios que fazem parte de nossa área de atuação”, explica o superintendente.

Atualmente, estão em vigência também parcerias com as prefeituras de Neópolis (em vigor até abril de 2019) e Ilha das Flores (até abril de 2018). Em todos os casos, a Codevasf e os Municípios unem esforços para promover pequenas melhorias nos projetos de irrigação do Baixo São Francisco Sergipano. Em breve, deverá ser formalizado também acordo de cooperação técnica com a prefeitura de Amparo de São Francisco, fortalecendo as ações de operação e manutenção nos perímetros irrigados.

Os projetos de irrigação do Baixo São Francisco Sergipano já iniciaram o plantio da safra de arroz, com previsão de que sejam plantados 4.400 hectares nos perímetros Propriá, Cotinguiba/Pindoba e Betume. Os projetos de irrigação beneficiam cerca de 1.500 famílias e promovem a geração de 8.000 empregos diretos e indiretos na região, além de serem responsáveis pela produção anual de mais de 30 mil toneladas de alimentos.

Fonte: Codevasf