Codevasf lança seminário de Solo e Água em Bacias Hidrográficas

Gotejamento

A Codevasf organiza Seminário de Solo e Água no contexto do desenvolvimento em Bacias Hidrográficas. O evento acontece de 13 a 16 de março de 2018.

No Auditório Avelino Costa Longa, Asa Norte, em Brasília – DF.

Inscrições podem ser feitas no site 

Confira os painéis 

Painel 1 – Preservação, Conservação de Bacias hidrográficas.

                   Painel 2 – Gestão do Uso Consuntivo da Água,Reuso e Educação Ambiental em Bacias Hidrográficas.

                  Painel 3 – Economia de Água e Energia na Irrigação, Manejo da Matéria Orgânica e Tratamento de Água para Consumo Humano através de Polímeros naturais.

                     Painel 4 – Geoprocessamento e Sensoriamento Remoto em Bacias Hidrográficas

Anúncios

Cooperação técnica entre Mapa e Codevasf visa apoiar produção irrigada

Imagem relacionada

Termo de Cooperação Técnica firmado entre o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento e a Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf), nesta segunda-feira (13) visa apoiar a produção em projetos públicos de agricultura irrigada.

O acordo foi assinado pelo ministro interino do Mapa, Eumar Novacki, e pelo presidente da Codevasf, Antonio Avelino Neiva. No âmbito do Mapa, a execução cabe à Secretaria de Mobilidade Social, do Produtor Rural e Cooperativismo, com foco na difusão de tecnologias sustentáveis de irrigação e drenagem entre agricultores das áreas de atuação da companhia.

Pelo prazo de cinco anos, o termo deverá assegurar o fortalecimento de organizações de produtores, visando a autossustentabilidade, assim como, práticas do associativismo e de cooperativismo.
Plano de trabalho para execução do termo de cooperação prevê infraestrutura técnico operacional e apoio a arranjos produtivos locais, incluindo ações para integração e aprendizagem.

Fonte: Grupo Cultivar

Codevasf promove parcerias para operação de perímetros

A Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf) ampliou o número de parcerias para a execução de ações de operação e manutenção nos projetos de irrigação Propriá, Cotinguiba/Pindoba e Betume. Em agosto, foram publicados no Diário Oficial da União acordos de cooperação técnica com as prefeituras de Propriá e Telha para realizar ações a fim de melhorar a infraestrutura de uso comum de perímetros irrigados. Em Sergipe, a Codevasf também atua em parceria com as prefeituras de Neópolis e Ilha das Flores.

Os acordos de cooperação firmados com os municípios de Propriá e Telha, com vigência inicial até abril de 2019, visam à realização de ações conjuntas recuperação e manutenção de estradas vicinais, limpeza de drenos e execução de pequenas obras e serviços com o objetivo de melhorar as condições de vida dos irrigantes. Para a execução dessas ações, a Codevasf disponibiliza equipamentos de sua patrulha mecanizada, como caminhão basculante, escavadeira hidráulica, retroescavadeira, entre outros.

O superintendente regional da Codevasf, César Mandarino, aponta as parcerias como um fator importante para o bom andamento de ações de operação e manutenção dos projetos Propriá, Cotinguiba/Pindoba e Betume. “Esse trabalho em conjunto com as prefeituras é importante porque facilita o atendimento às demandas dos agricultores da região. Agimos sempre para fortalecer o nosso relacionamento com os municípios que fazem parte de nossa área de atuação”, explica o superintendente.

Atualmente, estão em vigência também parcerias com as prefeituras de Neópolis (em vigor até abril de 2019) e Ilha das Flores (até abril de 2018). Em todos os casos, a Codevasf e os Municípios unem esforços para promover pequenas melhorias nos projetos de irrigação do Baixo São Francisco Sergipano. Em breve, deverá ser formalizado também acordo de cooperação técnica com a prefeitura de Amparo de São Francisco, fortalecendo as ações de operação e manutenção nos perímetros irrigados.

Os projetos de irrigação do Baixo São Francisco Sergipano já iniciaram o plantio da safra de arroz, com previsão de que sejam plantados 4.400 hectares nos perímetros Propriá, Cotinguiba/Pindoba e Betume. Os projetos de irrigação beneficiam cerca de 1.500 famílias e promovem a geração de 8.000 empregos diretos e indiretos na região, além de serem responsáveis pela produção anual de mais de 30 mil toneladas de alimentos.

Fonte: Codevasf

 

Codevasf apresenta contribuições para a agricultura irrigada em Alagoas

Resultado de imagem para codevasf irrigação

As ações realizadas pela Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf) em agricultura irrigada na região Nordeste foram destacadas pelo diretor da Área de Gestão dos Empreendimentos de Irrigação, Napoleão Casado, durante o seminário “Perspectivas para o Agronegócio em Alagoas”, realizado em Maceió.

“Somente em Alagoas, os projetos públicos de irrigação mobilizam cerca de 10 mil vagas de trabalho direta e indiretamente. No total, os 25 projetos de irrigação da Codevasf empregam direta e indiretamente 242 mil pessoas em todo o Nordeste e no Norte de Minas”, apontou Napoleão Casado, que responde pela Presidência da empresa. Ele acrescentou que 90% das áreas irrigadas da Codevasf são de uso de agricultores familiares e 10% são representados por lotes empresariais.

Segundo o diretor, o Brasil possui cerca de 467 mil hectares irrigados em projetos públicos de irrigação, dos quais aproximadamente 120 mil hectares estão distribuídos nos 25 projetos sob a responsabilidade da Codevasf.

Napoleão Casado destacou que a ampliação da área de atuação da Codevasf no estado, por meio de projeto de lei que tramita no Congresso Nacional, permitirá à empresa atuar na estruturação do desenvolvimento regional em mais 32 municípios alagoanos; além dos 50 atualmente atendidos por ações em áreas, como agricultura irrigada, infraestrutura e revitalização ambiental, econômica e social de bacias hidrográficas.

Ele apontou ainda os investimentos que estão sendo realizados pela Companhia para aproveitamento hidroagrícola do Canal do Sertão de Alagoas, uma das maiores obras hídricas do Brasil. “Estão sendo consolidados os projetos executivos para implantação de três projetos públicos de irrigação ao longo do Canal do Sertão, um em Delmiro Gouveia, outro em Pariconha e um terceiro em Inhapi, que aguardam agora a dotação de recursos para serem implantados”, explicou.

Em Alagoas, a produção agrícola está passando por uma reestruturação a partir da redução da área de cultivo de cana e das unidades de agroindustriais sucroenergéticas e da diversificação na produção de grãos.

“É necessário discutir qual será o novo arranjo produtivo na região e pensar nas famílias, que antes tinham os seus empregos e que agora precisam estar inseridas em atividades produtivas. A Codevasf tem uma experiência de mais de 40 anos e está à disposição do estado para, junto a outros órgãos, promover o desenvolvimento regional”, ressaltou o diretor. “Já atuamos em Alagoas e estamos otimistas com a expansão da atuação para mais municípios nos vale do Paraíba e do Mundaú”, completou.

Outras ações

Entre outras ações da Codevasf, a gestão do Projeto de Integração do Rio São Francisco com Bacias Hidrográficas do Nordeste Setentrional (Pisf) foi abordada no seminário. “A Codevasf foi designada pela Presidência da República como operadora federal do Pisf, um projeto que vai beneficiar cerca de 12,3 milhões de pessoas na região Nordeste. É um desafio que estamos trabalhando para levar água àquelas que mais precisam”, disse Napoleão Casado.

Outro ponto apresentado diz respeito às ações para mitigação dos efeitos da estiagem prolongada no Nordeste. Entre as intervenções para minimizar os efeitos da estiagem nas áreas irrigadas da Codevasf estão: limpeza de canais de irrigação dos projetos e em pontos críticos do rio São Francisco; perfuração de poços; e instalação de estruturas flutuantes de captação de água para irrigação.

Seminário

Promovido por Sebrae/AL, Secretaria da Agricultura, Pecuária, Pesca e Aquicultura de Alagoas (Seagri/AL) e Federação da Agricultura e Pecuária do Estado (Faeal), o seminário teve o objetivo de debater alternativas para o agronegócio no estado diante da crise hídrica. O seminário também discutiu os novos arranjos produtivos e a contribuição de organizações públicas e privadas. O evento também contou com a participação do superintendente regional da Codevasf em Alagoas, Antônio Nelson de Azevedo.

No evento, o pesquisador e chefe adjunto do Núcleo de Estudos Estratégicos do Centro de Estudos Estratégicos e Capacitação da Embrapa, Elísio Contini, apresentou as perspectivas para o agronegócio no Brasil. Enquanto o secretário da Seagri, Álvaro Vasconcelos, expôs perspectivas para o agronegócio em Alagoas.

Fonte: Agrolink

Diretor da Codevasf fala sobre irrigação

Resultado de imagem para irrigaçãoHoje, o Brasil tem uma safrinha maior que a safra principal em grande parte por conta da irrigação. Com ela, é possível produzir o ano inteiro. Por outro lado, temos a escassez hídrica que vem preocupando o território nacional.

Para fala sobre a irrigação, o Brasil Rural entrevista o diretor da área de irrigação da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf), Napoleão Casado. Ele fala sobre os projetos desenvolvidos pela Codevasf.

Ouça a entrevista no link 

O Brasil Rural vai ao ar às 6h, de segunda a sexta, e às 7h no sábado, pela Rádio Nacional AM Brasília.