Ministro da Fazenda confirma presença na Fenicafé 2018

1085400-wdo_abr_3107171819_1.jpg

Está confirmada a presença do Ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, na solenidade de abertura da Fenicafé – Feira Nacional de Irrigação em Cafeicultura, que acontece de 13 a 15 de março, em Araguari, no Triangulo Mineiro.

Em 2018, o tema central da Fenicafé será “É Tempo de Irrigar com Consciência”. Para isso, estão sendo preparadas palestras, debates e workshops em uma feira recheada de conhecimento para a classe produtora de café, o que envolve o grande, o médio e pequeno produtor.

A feira atrai todos os anos um público bem específico – produtores, pesquisadores, engenheiros, técnicos e estudantes que buscam conhecimentos na área de irrigação e, para isso, são esperadas pessoas de várias partes do país, incluindo todas as regiões produtores de café no Brasil.

 

Sobre o ministro

Henrique de Campos Meirelles (Anápolis, 31 de agosto de 1945) é um executivo da área financeira com sólida carreira internacional, e o atual Ministro da Fazenda do Brasil. Considerado uma das figuras mais respeitadas do ambiente financeiro brasileiro internacional, foi presidente internacional do BankBoston (principal executivo) e presidente do Banco Central do Brasil (BCB), cargo que ocupou de 2003 a 2011, durante o governo Lula. Foi Chairman do Lazard Americas, banco de investimento sediado em Nova York, senior advisor da Kolberg, Kravis and Roberts (KKR), uma empresa global de investimentos, membro do Conselho da Lloyd’s of London, empresa global de seguros,  membro do conselho consultivo da J&F Investimentos, membro do Conselho de Administração da Azul Linhas Aéreas Brasileiras, entre outros.

 

A Fenicafé é organizada pela Associação dos Cafeicultores de Araguari(ACA), em parceria com a Camda – Cooperativa Agrícola Mista de Adamantina, Prefeitura Municipal, Câmara de Vereadores, com patrocínio do Sicoob Aracred, Coocacer Araguari, Sankhya – Gestão de Negócios.

 

Anúncios

Programação da Fenicafé apresenta temas diversificados em 2018

Voltada para a cafeicultura irrigada a feira reúne todos os anos, pesquisadores, técnicos, produtores e empresas do ramo em um só lugar

Resultado de imagem para fenicafé 2018

A Associação dos Cafeicultores de Araguari (ACA) divulgou essa semana a programação de mais uma edição da Feira Nacional de Irrigação em Cafeicultura, que acontece de 13 a 15 de março no Pica Pau Country Club, em Araguari, no Triangulo Mineiro.

Em 2018, o tema central da Fenicafé será “É Tempo de Irrigar com Consciência”. Palestras, debates, workshops trazem todas as novidades relacionadas à cafeicultura e à irrigação.  São três dias de evento com palestras voltadas para mercado; irrigação e cuidados com a lavoura.

A feira atrai todos os anos um público bem específico – produtores, pesquisadores, engenheiros, técnicos e estudantes que buscam conhecimentos na área de irrigação e, para isso, são esperadas pessoas de várias partes do país, incluindo todas as regiões produtores de café no Brasil.

Entre as autoridades presentes, o destaque é a presença do Ministro da Fazenda Henrique Meirelles, que participa da solenidade de abertura, na manhã do dia 13.

O evento será dividido em três partes. O primeiro dia, com palestras voltadas para o Uso das terras no Brasil, com divulgação dos dados do CAR, feita pelo chefe geral da Embrapa Territorial, Evaristo Miranda; e também mercado e comercialização de café: “Vendendo valor! Mas para quem?”, ministrada pelo – Analista Econômico Sr. do Departamento de Pesquisa e Análise Setorial da Rabobank Brasil, Guilherme Morya. No encerramento uma mesa redonda com exportadores, mediada pelo presidente da Federação dos Cafeicultores do Cerrado, Francisco Sérgio de Assis.

No segundo dia do evento, o foco está voltado para o Simpósio Brasileiro de Pesquisa em Cafeicultura Irrigada, que será comandado pelo professor Dr. André Luís Teixeira Fernandes, Pró Reitor de Pesquisa, Pós Graduação e Extensão – UNIUBE, com presença do presidente da ACA, Cláudio Morales Garcia; Dr. Gabriel Bartholo, Gerente Geral Embrapa Café e Dr. Helvécio Matanna Saturnino, Presidente da Associação Brasileira de Irrigação e Drenagem – ABID. No simpósio as palestras são todas voltadas para a irrigação.

Já no terceiro e ultimo dia, as palestras apresentam temas relacionados às ferramentas biológicas e a Importância da matéria orgânica na produção do cafeeiro; sem contar com um workshop para abordar a fisiologia do cafeeiro.

CONFIRA A PROGRAMAÇÃO COMPLETA:

Terça-feira (13 de março)

08:00h – Inscrições, entrega dos materiais

10:00h -Solenidade de abertura

11:00h – Palestra do Ministro da Fazenda Henrique Meirelles

12:30h – 13:45h – Almoço

14:00h às 15:15h – Palestra: Atribuição, ocupação e uso das terras no Brasil: Análise dos dados do CAR – Palestrante: Dr. Evaristo de Miranda – Chefe Geral da Embrapa Territorial.

15:15h às 16:00h – Visita aos stands

16:00h às 17:15 – Palestra: Mercado de café: Vendendo valor! Mas para quem?

Palestrante: Guilherme Morya – Analista Econômico Sr. do Departamento de Pesquisa e Análise Setorial da Rabobank Brasil.

Mesa Redonda com os Exportadores

  • João Faria – Terra Forte
  • Nelson Carvalhaes – Cecafé
  • Vanusia Nogueira- BSCA
  • Simão Pedro de Lima- Expocaccer
  • Eustáquio Miranda – Cafebras

Mediador: Francisco Sérgio de Assis- Federação dos Cafeicultores do Cerrado.

 

Quarta-feira (14 de março)

08:00 às 09:30h – Abertura do XX Simpósio Brasileiro de Pesquisa em Cafeicultura Irrigada

Prof. Dr. André Luís Teixeira Fernandes, Uniube, Pró-Reitor de Pesquisa, Pós-Graduação e Extensão – UNIUBE e Presidente da Associação Brasileira de Engenharia Agrícola – SBEA

Dr. Helvécio Matana Saturnino – Presidente da Associação Brasileira de Irrigação e Drenagem (ABID).

Cláudio Morales Garcia – Presidente da Associação dos Cafeicultores de Araguari (ACA).

Dr. Gabriel Bartholo – Gerente Geral da Embrapa Café.

08:30 às 09:30h – Palestra: Irrigação na cultura do café: 20 anos de Simpósio de Pesquisa.

Palestrante: Prof. Dr. Everardo Chartuni Mantovani – Universidade Federal de Viçosa (UFV)

09:30 às 10:00h –  Visita aos stands

10:00h às 11:15h – Palestra: Importância da matéria orgânica na produção do cafeeiro. Matéria orgânica e fertilizante organomineral principais diferenças e utilização.

Palestrante: Prof. Dr. Godofredo C. Vitti e Dr. Eduardo Zavaschi – ESALQ/USP

11:15h às 12:30h – Palestra: Agricultura digital e manejo da irrigação do cafeeiro: novidades e tendências.

Palestrante: Mariana Vasconcelos – Agrosmart

12:30 às 14:00h – Almoço

14:00h às 15:15h  – Palestra: Como otimizar a fertirrigação do cafeeiro para a obtenção de altas produtividades?

Palestrante: Dr. José Antônio Quaggio- IAC

15:15h às 15:45h – Visita aos stands

15:45h às 17:00h –  Palestra: A importância do diagnóstico do sistema de irrigação na produção de café irrigado.

Palestrante: Prof. Dr. André Luís Teixeira Fernandes – Uniube

17:00h às 18:15h – Palestra: Discussão de casos práticos de diagnósticos de sistemas de irrigação: como aprender com as limitações dos projetos.

Palestrante: Prof. Dr. Eusímio F. Fraga Júnior – UFU

Quinta-feira (15 de março)

08:00 às 09:15h – Palestra: Consequências econômicas da infestação da broca do cafeeiro: prejuízos sensoriais, físicos e financeiros

Palestrante: André Vinicius Gentile Perico – Engenheiro Agrônomo Federação dos Cafeicultores.

09:15h às10:30h – Palestra: Ferramentas “biológicas” na cafeicultura:  uso e eficiência agronômica.

Palestrante: M.Sc. Robson Luz Costa – Engenheiro Agrônomo Mestre em Defesa Agropecuária- UFRB, especialista em Proteção de Plantas- UFV e Especialista em Manejo de Pragas- UFLA.

10:30 às 11:30 – Palestra: Uso de resíduos para fabricação de fertilizantes de alta qualidade na propriedade.

Palestrante: M.Sc. Antonio Nascimento Teixeira – Grupo Agrolibertas

11:30 às12:30 – Debate

Palestrante: André Vinicius Gentile Perico, Robson Luz Costa e Antônio Nascimento Teixeira

Mediador: Roberto Santinato- Santinato & Santinato Cafés

12:30 às 13:30h – Visita aos stands e Almoço

Workshop: Fisiologia para altas produtividades do cafeeiro

13:30h às14:30h – Palestra: Aspectos morfológicos e fisiológicos da floração e frutificação do cafeeiro.

Palestrante: Prof. Dr. Cláudio Pagotto Ronchi – UFV (Campus Florestal)

14:30h às15:30h – Palestra: Fisiologia do cafeeiro: Estresse, bioestimulantes e translocação de fotoassimilados

Palestrante: Prof. Dr. Evandro Fagan – UNIPAM

15:30h às16:30h – Palestra: Importância adequação da relação fonte-dreno para garantir o pegamento da florada e manutenção dos frutos no cafeeiro.

Palestrante: Prof. Dr. José Donizette Alves – UFLA.

16:30h às17:30h – Debate Fisiologia

17:30 h – Encerramento

A Fenicafé acontece de 13 a 15 de março em Araguari, no Triangulo Mineiro. É organizada pela Associação dos Cafeicultores de Araguari, em parceria com a Camda – Cooperativa Agrícola Mista de Adamantina, Prefeitura Municipal, Câmara de Vereadores, com patrocínio do Sicoob Aracred, Coocacer Araguari, Sankhya – Gestão de Negócios.

Fonte: Assessoria Fenicafé

 

Nutricionista fala sobre ‘Nutrição de alta performance’ na Fenicafé

Alessandra Luglio encerra o ciclo de palestras no dia 23 de março, último dia da maior feira de cafeicultura irrigada do país

alessandra

A programação da Fenicafé – Feira Nacional de Irrigação em Cafeicultura traz muitas novidades em 2017. Entre elas está a palestra com a nutricionista, Alessandra Luglio, que aborda a “Nutrição de alta performance”.

Alessandra Luglio é nutricionista há mais de 15 anos, todos eles dedicados à profissão e por tudo relacionado a um estilo de vida saudável. “Meu objetivo é fazer a pessoa se sentir bem, conhecendo melhor seu corpo e entendendo o funcionamento dele para que alcance seu objetivo, seja ele qual for”, garante.

A nutricionista não se diz adepta a nenhum regime, mas sim a um estilo de vida diferenciado, defendo atitudes saudáveis, criativas, sustentáveis e funcionais.

“Não acredito em uma fase com um fim e sim em uma mudança de hábitos e uma tomada de consciência que vai mudar a vida, sempre com muito prazer, criatividade e diversidade. Isso é a base para uma vida saudável e para que o corpo trabalhe sempre a nosso favor”, completa.

A palestra de Alessandra é a última da Fenicafé 2017 e está marcada para às 17hs do dia 23 de março e o melhor a entrada é gratuita.

Fenicafé – A Feira reúne especialistas, estudantes e produtores de café em um mesmo espaço. É uma grande oportunidade para discussão de aspectos relevantes da cafeicultura irrigada e tem contribuído para o crescente cultivo dessa modalidade no Brasil. Este ano, a feira acontece de 21 a 23 de março de 2017, no Pica Pau Country Club, em Araguari, no Triângulo Mineiro.

Promovida pela Associação dos Cafeicultores de Araguari (ACA), a Fenicafé é dividida em três partes: o Encontro Nacional de Irrigação da Cafeicultura do Cerrado, a Feira Nacional de Irrigação em Cafeicultura e o Simpósio de Pesquisa em Cafeicultura Irrigada.

A organização espera superar em 2017 o público 20 mil visitantes registrados durante os três dias da última edição. Com cerca de 60 expositores, que ocupam mais de 90 stands, a Feira espera um volume de negócios superiores a 35 milhões de reais.

Para conhecer mais sobre a feira, visite as páginas do evento na internet e nas redes sociais: http://www.fenicafe.com.br, http://www.facebook.com/fenicafe, http://www.youtube.com/fenicafeari.

Maior feira de irrigação da cafeicultura será realizada em Araguari, MG, de 21 a 23 de março

Resultado de imagem para fenicafé 2017

A Feira Nacional de Irrigação em Cafeicultura – Fenicafé de 2017 será realizada em Araguari, Minas Gerais, no Pica Pau Country Club, no período de 21 a 23 de março. Considerada a maior feira de irrigação e tecnologia da cadeia produtiva cafeeira, o evento tem por objetivos promover a discussão e a divulgação de conhecimentos, tecnologias, produtos e serviços relacionados à cafeicultura irrigada, seus avanços e desafios, além de estimular negócios e apontar demandas para novos estudos. A Fenicafé é promovida pela Associação dos Cafeicultores de Araguari – ACA, com apoio da Universidade de Uberaba – Uniube, Embrapa Café, Consórcio Pesquisa Café e Sociedade Brasileira de Engenharia Agrícola – SBEA.

Espera-se a participação de um público aproximado de 20 mil pessoas vindas de mais de 100 cidades brasileiras nos três dias da Fenicafé. Com aproximadamente uma centena de expositores de produtos e serviços voltados ao setor, e volume de negócios superior a 30 milhões de reais, a feira é também excelente oportunidade de demonstração de modernas máquinas e implementos, que proporcionam a geração de novos e melhores negócios.

Referência nacional e internacional para discussão do sistema de produção da cafeicultura irrigada, a Feira tem contribuído para a crescente adoção de avançadas tecnologias no Brasil. Assim, a Fenicafé realiza três grandes eventos: XIX Simpósio de Pesquisa de Cafeicultura Irrigada, XX Feira de Irrigação de Café do Brasil e XXII Encontro Nacional de Irrigação da Cafeicultura do Cerrado.

Com relação especificamente à pesquisa cafeeira vale destacar o XIX Simpósio Brasileiro de Pesquisa em Cafeicultura Irrigada, realizado no dia 22 de março como parte da programação oficial da Fenicafé, o qual tem por objetivo promover a discussão e a divulgação de resultados de pesquisa e tecnologias com ênfase no uso mais eficiente da irrigação, visando ganhos significativos em produtividade e qualidade. Para tanto, os artigos técnico-científicos a serem apresentados e publicados nos Anais do Simpósio já podem ser enviados para publicação por meio da home­page do simpósio (www.fenicafe.com.br) até 13 de fevereiro.

De acordo com o Gerente Geral da Embrapa Café, Gabriel Ferreira Bartholo, “as tecnologias de irrigação do cafeeiro permitem aumento da produção e produtividade, melhoria da qualidade e, ainda, redução de riscos decorrentes de eventuais adversidades hídricas, o que motivou aumento da área de café irrigado no Brasil verificado nas últimas duas décadas, especialmente no Cerrado”. Segundo ainda Bartholo, “o sistema de produção de café irrigado é altamente eficaz na adoção de tecnologias e de boas práticas agrícolas e de gestão, temas que são apresentados e discutidos durante a Fenicafé”.

O café em Minas Gerais – Minas Gerais possui o maior parque cafeeiro do País (aproximadamente um milhão de hectares), respondendo por mais de 55% da produção nacional. O café é o principal produto de exportação do agronegócio mineiro, vendido para mais de 60 países. De acordo com a primeira estimativa de safra de café da Companhia Nacional de Abastecimento – Conab, a produção de café do em Minas Gerais está estimada de 25,39 a 26,81 milhões de sacas de 60 kg. A área em produção deve totalizar 977.444 hectares, com redução de 3,2% em comparação à safra passada, e a produtividade média do estado está estimada em 26,7 sc/ha, por volta de 12% inferior a produtividade de 30,44 sc/ha obtida na safra 2016. Essa redução é atribuída pela Conab à bienalidade negativa do café neste ano, inerente ao ciclo fisiológico da planta.

XIX Simpósio de Pesquisa de Cafeicultura Irrigada – para inscrever trabalhos técnico-científicos acesse o site: http://fenicafe.com.br/envio-de-trabalhos

Fenicafé – para mais informações sobre como participar acesse: http://www.fenicafe.com.br/

Fonte: Embrapa Café

Fenicafé 2017 já começa ser prepara

Evento será de 21 a 23 de março do próximo ano

11

Foto: Henrique Vieira

2016 ainda nem chegou ao fim, mas a programação da Fenicafé 2017 – Feira Nacional de Cafeicultura Irrigada, já está sendo preparada. Promovida pela Associação dos Cafeicultores de Araguari (ACA), o evento reúne três grandes encontros: 21º Encontro Nacional de Irrigação da Cafeicultura do Cerrado, 19ª Feira de Irrigação em Café do Brasil e o 18º Simpósio de Pesquisa em Cafeicultura Irrigada. Este ano, a Feira será realizada de 21 a 23 de Março, no espaço do Pica Pau Country Club, em Araguari, no Triangulo Mineiro.

Portanto é hora de se programar, faltam pouco mais de cem dias para o maior evento da cafeicultura irrigada do país.

Serão aproximadamente setenta expositores e volume de negócios superior a 30 milhões de reais. A feira se constitui em uma excelente oportunidade para empresários da agroindústria, produtores rurais, pesquisadores, estudantes e profissionais ligados ao agronegócio de se atualizarem e gerarem negócios.

Mais informações no http://www.fenicafe.com.br