Preservação de recursos de água no mundo custa 10 bilhões de euros anuais

Resultado de imagem para recursos de agua

A gestão dos recursos hídricos no mundo para garantir a preservação perante as perturbações da mudança climática requer pelo menos 10 bilhões de euros anuais, disse nesta quarta-feira à Agência Efe Loïc Fauchon, presidente de honra da organização Conselho Mundial de Água (Word Water Council).

“As iniciativas destinadas à água requerem financiamentos anuais de pelo menos 10 bilhões de euros”, apontou Fauchon, que participou hoje na cidade marroquina de Marrakech do Dia da Ação Climática Global pela Água que é organizado pela primeira vez na história da cúpula das Nações Unidas pelo clima (COP22).

O especialista francês elogiou a realização de um dia destinado exclusivamente à problemática de água na atual cúpula climática e insistiu em sua “centralidade” dentro dos objetivos do Acordo de Paris.

Fauchon disse à Agência Efe por telefone desde Marrakech que os projetos da adaptação constituem uma solução para garantir uma resiliência dos recursos hídricos e garantir um acesso equitativo de todos à água.

Projetos concretos como a construção de sistemas de armazenamento de água e desenvolver a capacidade de produzir eletricidade alternativa conduzirão a uma resiliência de água frente às perturbações da mudança climática.

Para conseguir este fim, Fauchon insiste na necessidade de dotar os países pobres de capacidades administrativas e intelectuais a fazer projetos neste sentido e estabelecer também sistemas de governança para lutar contra a corrupção.

Fauchon citou também outras recomendações, como racionalizar o consumo de água na hora de dar bebida ao gado e de optar no setor agrícola por sistemas de irrigação mais econômicos.

“O problema é muito mais complicado na agricultura, com o que têm a ver todos os países, pobres e ricos. Na Europa e Estados Unidos se pratica a irrigação por aspersão enquanto é preciso passar à irrigação por gotejamento”, ressaltou o especialista francês, que pediu um favorecimento nos modos de uso menos consumidores de água.

Também mencionou a relevância do papel da sensibilização das populações sobre o consumo racionalizado de água, pondo como exemplo a enorme lacuna de consumo de água diário de um habitante dos Estados Unidos (700 litros) e um habitante da África ou da Palestina (40 litros).

Fonte: Terra

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s