Sem irrigação, produção de hortigranjeiros é diretamente afetada

hortigranjeiros-1

Foto: Divulgação

A Grande Vitória inicia o racionamento de água nesta semana, mas a agricultura capixaba já sofre os efeitos da seca

A crise hídrica no Espírito Santo ganha mais um capítulo que revela o drama da falta de chuvas nas regiões que abastecem os principais rios, como o Jucu e o Santa Maria da Vitória. A Grande Vitória inicia o racionamento de água nesta semana, mas a agricultura capixaba já sofre os efeitos da seca. Em entrevista ao programa CBN Cotidiano, o presidente da Federação da Agricultura e Pecuária do Estado, Júlio Rocha, diz que uma das principais cultura afetadas é a de hortifrutigranjeiros, muito ligada à irrigação.
“Temos que acolher as regras legais, pois há prioridade para abastecimento humano e dessedentação de animais. E para agricultura é “se for possível”. Cada cidadão tem que se conscientizar para consumir menos, para não ficar sem água nenhuma”, disse.
Júlio ainda destaca que agricultura sem irrigação é uma atividade de altíssimo risco. “O que vem acontecendo é a substituição de equipamentos obsoletos para uma tecnologia de precisão, como o gotejamento”.

Fonte: Gazeta Online

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s