Embrapa e Meridional lançam cultivar de trigo

7b59fbadb22e4a2e9f4780a94e712bd8

O lançamento da cultivar de trigo BRS Graúna, da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) e da Fundação Meridional de Apoio à Pesquisa, será no dia 31 de agosto, quarta-feira, durante o Dia de Campo de Trigo que será realizado na Vitrine de Tecnologias da Embrapa, em Londrina (PR), das 8h às 12h.

O Dia de Campo é uma realização da Embrapa, do Instituto Agronômico do Paraná (Iapar) e da Fundação Meridional. Durante o evento serão apresentadas as cultivares de trigo e triticale da Embrapa e do Iapar para os produtores do Paraná. Também estão previstas estações técnicas sobre indicação dos manejos fitotécnicos das cultivares de trigo da Embrapa e a importância da qualidade fisiológica de sementes de trigo.

A BRS Graúna é uma cultivar da classe Pão/Melhorador, por isso, apresenta boa qualidade para uso em panificação e também sua farinha pode ser usada em misturas com farinhas com menor força de glúten. O lançamento é indicado para Santa Catarina (Região 2); todas as regiões do Paraná; São Paulo (Região 2) e Mato Grosso do Sul (Região 3). “Só para se ter uma ideia do potencial produtivo desse lançamento, no Paraná, a produtividade média nos ensaios foi de 4.655 Kg/ha, valor superior a média histórica do Estado que é de aproximadamente 3.000 kg/ha”, diz  o pesquisador Manoel Bassoi, da Embrapa Soja.

De acordo com Bassoi, a nova cultivar apresenta ciclo diferenciado, chamado de tardio-precoce, ou seja, tardio para o espigamento (76 dias) e precoce para maturação fisiológica (aproximadamente 106 dias). “Essas características são importantes, porque podem beneficiar a sanidade da espiga, já que o espigamento mais tardio pode reduzir a ocorrência de brusone na espiga”, explica.

Além disso, o pesquisador André Prando, da Embrapa, diz que nas regiões mais frias, o fato da cultivar espigar mais tarde pode ser vantajoso para escapar de geada. “E também a precocidade até a maturação fisiologia possibilita a colheita mais cedo beneficiando a cultura soja”, diz .

Com relação à sanidade, a cultivar tem tolerânica à brusone, à germinação pré-colheita e ao crestamento, além de boa resistência ao acamamento. Possui moderada resistência ao vírus do mosaico comum do trigo e ao Vírus do nanismo amarelo da cevada.

Segundo os dados da Conab, em 2015, o Brasil produziu, em 2,4 milhões de hectares, cerca de 5,5 milhões de toneladas de trigo, o que representa aproximadamente 50% da necessidade interna que é de cerca de 10 milhões de toneladas por ano. O Paraná e o Rio Grande do Sul responderam por 90% da produção nacional. O Paraná, maior produtor nacional, produziu em 1,3 milhões de hectares, aproximadamente 3,3 milhões de toneladas de trigo.

Mais informações sobre o Dia de Campo (43) 3371-6067 ou pelo e-mail: soja.eventos@embrapa.br

Serviço: Dia de Campo de Trigo da Embrapa, Iapar e Meridional

Data: 31 de agosto, quarta-feira

Horário: 8h às 12h

Local: Vitrine de Tecnologias da Embrapa – Sede da Embrapa Soja, em Londrina, Paraná (rod. Carlos João Strass, s/n)

Fonte: Embrapa

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s