Realizado com sucesso o curso sobre manejo de irrigação na UNESP Ilha Solteira

ana5-800x445

Aconteceu na UNESP Ilha Solteira nestes dias 12 e 13 de maio de 2016 o curso “Manejo da Irrigação: Quando, Quanto e Como Irrigar?“, uma iniciativa da Agência Nacional das Águas (ANA), viabilizada pelo Instituto INOVAGRI e UNESP Ilha Solteira que trouxeram para a região Noroeste Paulista o programa que tem por objetivo fornecer aos irrigantes e profissionais ligados ao uso da água a capacitação do manejo da irrigação, informando e desenvolvendo a conscientização sobre a necessidade do uso racional da água melhorando também as condições de trabalho, transferência de tecnologias e lucratividade aos produtores.

De acordo com o Professor Dr. Fernando Braz Tangerino Hernandez da Área de Hidráulica e Irrigação da UNESP Ilha Solteira “foram dois dias de intensas atividades e interação entre os participantes, superando todas as expectativas, inclusive de números de participantes, com a aberturas de vagas extras e se constituiu em uma grande oportunidade não somente para os irrigantes aprenderem e se conscientizarem da necessidade de implantarem programas que possibilitem a aplicação da água e no momento certo, segundo as necessidades das plantas e assim, aumentando a lucratividade das suas lavouras, tendo em vista o aumento dos custos da energia e escassez hídrica, mas também entenderem a fragilidade e o risco de se fazer uma agricultura de sequeiro. É necessário o investimento em sistemas de irrigação para garantir a sustentabilidade do negócio de produção de alimentos e temos grande potencial para estes investimentos”.

Ainda de acordo com o Professor Dr. Fernando Braz Tangerino Hernandez foram dois dias cansativos, mas extremamente produtivos dias, com uma intensa programação a cargo de toda a Área de Hidráulica e Irrigação da UNESP Ilha Solteira e como lembrou Isabela Baesso Americo da Comissão Organizadora, “nem mesmo a chuva que poderia inviabilizar as atividades de campo no segundo dia do curso, trouxe problemas para que a programação fosse executada a contento e com grande interação entre os participantes”.

Na programação desde as ferramentas oferecidas pela UNESP Ilha Solteira através da Área de Hidráulica e Irrigação da UNESP Ilha Solteira para o uso racional da água em diferentes atividades econômicas, através dos Canais de Comunicação disponibilizados, sensoriamento remoto aplicado à avaliação da eficiência e produtividade da água até o manejo da irrigação como sendo o tema central do curso, comandado na parte prática pelo Professor Fernando Tangerino.

A abertura contou com a presença do Professor Doutor e Chefe do Departamento de Fitossanidade, Engenharia Rural e Solos – DEFERS, Maurício Augusto Leite e ainda do Prof. Dr. Luiz Malcolm Mano de Mello – reconhecido pesquisador e pioneiro na área de integração lavoura e pecuária e do Prof. Dr. Jefferson Nascimento de Oliveira, Coordenador do Curso de Mestrado Profissional em Gestão e Regulação de Recursos Hídricos – o ProfÁgua, que está com inscrições abertas para o processo seletivo até o dia 22 de maio de 2016.

Após a abertura o Professor Dr. Fernando Braz Tangerino Hernandez deu inicio aos trabalhos esclarecendo como seria o curso e agradeceu a presença de todos, alguns de distâncias superiores a 300 quilômetros e à ANA e INOVAGRI por permitirem a presença de 19 inscrições adicionais ao previsto. Com toda a parte técnica do primeiro dia a cargo da Área de Hidráulica e Irrigação da UNESP Ilha Solteira, Renato Alberto Momesso Franco explicou sobre os sensores que compõem uma estação agrometeorológica automática e a diferença entre tempo, clima e previsão do tempo. Na sequência a Bolsista de Extensão Rural Júlia Trindade da Silva apresentou um a um todos os canais de comunicação operados e como é o trabalho de democratização do conhecimento e da informação em agricultura irrigada pratica pela UNESP Ilha Solteira.

Vitor Trinca apresentou a história do Canal Clima da UNESP Ilha Solteira e como podem ser obtidos os dados e variáveis, incluindo a evapotranspiração, base para atualmente 4000 hectares serem adequadamente irrigados na região Noroeste Paulista. Coube a Bolsista CNPq Isabela Baesso America apresentar o software SMAI – Sistema para Manejo da Agricultura Irrigada, uma ferramenta de acesso livre e gratuita importante para se obter a evapotranspiração das culturas em qualquer região do mundo a partir das variáveis climáticas e com atualmente 8604 downloads realizados. Daniel Nuñez mostrou os trabalhos de uso combinado de sensoriamento remoto e estações agrometeorológicos para avaliar o desempenho de sistemas de produção irrigados e a partir das bases conceituais feitas no período da manhã, o Professor Dr. Fernando Braz Tangerino Hernandez inseriu, ensinou e apresentou ao público o manejo da irrigação e todos os seus detalhes, fazendo com que todos os participantes colocassem em prática a teoria.

Segundo dia – Campo

Ainda pela manhã foi abordada a legislação vigente sobre os recursos hídricos e a Política Nacional de Agricultura Irrigada com ênfase na Lei das Águas, a Outorga e outras regulamentações ligadas à agricultura irrigada. Já em campo, na prática as explicações sobre estações agrometeorológicas compactas e a visita ao NACI – Núcleo de Apoio Computacional à Irrigação e na área externa ao Laboratório de Hidráulica e Irrigação da UNESP Ilha Solteira, a primeira parte da prática em tensiometria para o manejo da irrigação. Na sequência o deslocamento até a Estação Santa Adélia para os ensinamentos sobre sensores e uso de estações automáticas de alto desempenho Campbell utilizadas para compor a Rede Agrometeorológica do Noroeste Paulista.

Após o almoço, a última parte do curso que contou com as instruções do Engenheiro Agrônomo Mauro Takao Suzuki da empresa Irrigaterra que passou as instruções relativas ao estado da arte da automação, transmissão de dados e operação remota dos sistemas de irrigação e ainda foi na Fazenda Humaitá, em Rubinéia, sob um grande sistema de irrigação por pivô central, que os participantes puderam sujar as mãos e instar baterias de tensiômetros (controle e de decisão) e após avaliarem entre si, como foi este trabalho de instalação.

Encerramento

Ainda na Fazenda Humaitá, o encerramento foi feito com a livre palavra a todos os participantes, e oProfessor Fernando Tangerino
dizendo da sua satisfação com a intensa interação e participação dos participantes e reafirmando, alicerçado em suas pesquisas que “com inverno ameno e as maiores taxas de evapotranspiração do Estado de São Paulo, se por um lado esta condição é excelente para a diversidade de culturas a ser instalada ao longo do ano, as chuvas irregulares levam à oito meses de déficit hídrico, o que torna o uso de sistemas de irrigação fundamental para minimizar os riscos climáticos e aumentar a chance de obter a produtividade potencial das culturas agrícolas. O noroeste paulista partiu de uma área irrigada em 2000 de 6.802 hectares possibilitados por 86 equipamentos e chegou a 2015 a uma área irrigada por pivô central de 13.331 hectares, com um crescimento de 96%, fruto da implantação de 116 novos equipamentos e crescendo a área irrigada em média em novos 408 hectares irrigados anualmente, e identificando uma tendência de diminuição na área média dos equipamentos ao longo dos anos, hoje em 66 hectares irrigados por cada pivô central. Mas é um crescimento muito baixo da agricultura irrigada face ao que representa e ao potencial para a produção de alimentos na região e o curso da ANA – INOVAGRI – UNESP foi mais uma oportunidade para discutir a agricultura irrigada na região”.

Para quem não podem participar

om todas as vagas preenchidas e inscrições encerradas foi viabilizado a transmissão on line do curso e os Internautas também podem assistir o curso acessando link:  tcs.unesp.br   e devem localizar a reunião com o nome: Manejo da Irrigação e digitar a senha: 12052016, sendo recomendado a utilização de navegadores atualizados, preferencialmente Chrome ou Firefox. Às vezes se faz necessário a instalação de plugins Flash, Silverlight.

Fonte: Jornal Dia a Dia

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s