Agrishow 2016: Para Governador, Agronegócio é o setor campeão de produtividade do País

Agrishow-2016-Ribeirão-Preto-SP

Solenidade de abertura da 23ª Feira Internacional de Tecnologia Agrícola em Ação aconteceu nesta segunda-feira (25/4), em Ribeirão Preto (SP); Cerimônia contou com a presença de autoridades e lideranças do agronegócio

A Agrishow 2016 – 23ª Feira Internacional de Tecnologia Agrícola em Ação foi lançada oficialmente nesta segunda-feira (25/4), em Ribeirão Preto/SP. Durante a solenidade de abertura do evento, o governador e São Paulo, Geraldo Alckmin comentou sobre as perspectivas do setor agrícola no Estado. “A 23ª Agrishow é um exemplo de sucesso, pois há 23 anos era pequena e hoje é considerada a maior feira de tecnologia agrícola da América Latina e a terceira maior do mundo com mais de 160 mil visitantes e cerca de 800 marcas para os pequenos, médios e grandes agricultores, que são quem está segurando a economia. Estamos passando pela maior recessão dos últimos 80 anos. É uma coisa já mais vista, e é o agronegócio que está conseguindo segurar o emprego. O agronegócio é um setor campeão, em termos de competitividade. Temos que somarmos os esforços para o Brasil possa realizar o seu grande destino”, afirma.

Para o ministro da Defesa, Aldo Rebelo a agricultura e a pecuária contribuem para gerar um setor mais dinâmico de empregos, na economia do Brasil. “Nesses dias difíceis, são esses setores quem respondem e carregam nas costas o Brasil e fazem com que o agronegócio seja o único segmento, além do aeroviário com superávit. São eles responsáveis por uma democratização na mesa com a redução do preço da cesta básica e dos alimentos a uma escala que tornou acessível o grão e a proteína na mesa dos pobres”, afirma. “Apesar do cenário atual, o mais difícil foi feito lá traz com os primeiros passos na plantação das sementes e na criação do gado. Foi complicado iniciar uma indústria de máquinas. Esses foram os períodos mais difíceis. As dificuldades de hoje, podemos superar, com o mesmo espirito, consciência e persistência”, finaliza.

Os organizadores e promotores da Agrishow 2016 demonstraram certo otimismo em relação às perspectivas de negócios durante a edição deste ano, em função da manutenção das condições gerais de financiamento e também da consolidação do agronegócio como principal sustentáculo da estabilidade econômica do País. “O expressivo ganho de produtividade conseguido ao longo dos anos pela agricultura brasileira tem permitido gerar emprego e prover alimentos para os 204 milhões de brasileiros, além de garantir as exportações”, afirmou o presidente da Agrishow, Fábio Meirelles, durante a entrevista coletiva de abertura da feira, realizada nesta segunda-feira (25), em Ribeirão Preto/SP.

Na mesma linha otimista, o presidente da Abimaq – Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos, Carlos Pastoriza afirmou que o Plano Safra 2016/17 está “tecnicamente” bem encaminhado. “Só falta a chancela do governo”, ponderou. Também o vice-presidente da Abag – Associação Brasileira do Agronegócio, Francisco Matturro, disse estar tranquilo em relação aos recursos do atual Plano Safra.

“Não há nenhum problema em relação a financiamentos. Temos recursos em todas as linhas voltadas para o agronegócio. O mais importante é que todos os recursos estão com taxas na faixa de 7,5% que é bastante competitivo, quando comparada com as do restante do mercado. Agora é a hora de comprar. Essa Agrishow pode ser uma feira de grande sucesso por causa das linhas de acesso a crédito”, afirmou Matturro, salientando que não se prevê nenhum tipo de problema para o Plano Safra 2016/17, independente de eventuais alterações no governo.

Nesse sentido, o presidente da Sociedade Rural Brasileira, Gustavo Junqueira, é outra liderança que não acredita em alterações significativas para a agricultura em função da conjuntura política. “A Agrishow tem mostrado ao longo das suas edições que o agronegócio hoje no Brasil é maior do que os governos. Trata-se de uma atividade econômica, atrelado a um sistema social que, cada vez mais, vai se consolida como uma atividade que tem sido aperfeiçoada por todos os governos”, conclui Junqueira.

Outro dado que reforça o clima de otimismo reinante entre os organizadores da Agrishow 2016 é o relativo ao mercado de fertilizantes. “No primeiro trimestre deste ano, as entregas de fertilizantes alcançaram o maior volume da história do setor”, informou David Roquetti, diretor executivo da Anda – Associação Nacional para Difusão de Adubos. “Esse indicador nos estimula e confirma o clima de esperança para 2016”, afirmou

Também participaram da coletiva de abertura da Agrishow 2016: João Martins da Silva Junior, presidente da Confederação Nacional da Agricultura; Maurílio Biagi, presidente de honra da feira e José Danghesi, diretor da Agrishow.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s